CAPS comemora dia Nacional da Luta Antimanicomial

Publicado em: 18 maio 2017

CAPS comemora dia Nacional da Luta Antimanicomial

Hoje, 18 de maio é dia Nacional da Luta Antimanicomial, que se caracteriza na luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. O CAPS I ‘Terra do Meu Sertão’ em Poço Verde não deixou passar em branco a data e realizou uma comemoração.

Na oportunidade, discorreu-se acerca da Reforma Psiquiátrica definida pela Lei 10.216/2001, que tem como diretriz a reformulação do modelo de atenção à saúde mental. “Com o advento dessa Lei, transfere-se o que se concentrava na instituição hospitalar, para uma rede de atenção psicossocial, estruturada em unidades de serviços comunitários abertos”, explica a Assistente Social Kilma.

Para a coordenadora Jocassia Santos, a manhã desta quinta-feira, 18, foi muito proveitosa. “Realizamos uma explanação do tema comemorativo, além da apresentação do grupo de capoeira, música de voz e violão”, disse.

Participaram, o secretário Municipal de Saúde, Amaury Batista Freire, a Diretora Administrativa, Nilza Elias, o mestre Raimundo, a coordenadora Rita Rocha, além dos membros do grupo de capoeira CLIPS, os quais realizaram uma brilhante apresentação ao lado de Sival Gois e Weslley – violão e percussão, bem como da oficineira Gerinete Gois, que teve a ideia de convidá-los para abrilhantar o evento.

Luta Antimanicomial
Dentro desta luta está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento da Luta antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

Compartilhe isso: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn